Planejamento, Estratégia e Concursos

No feriado de 7 de setembro participei de uma palestra do Victor Ribeiro aqui em Brasília http://www.estrategiasdeaprovacao.com.br.

Gostei muito das ideias dele sobre Estratégia para estudar para concursos, algumas  sobre as aquais eu já tinha refletido.

O diferencial é que as ideias do Victor estão muito bem estruturadas e deram sentido a pensamentos aleatórios que eu tinha e que só me geraram stress. Sua proposta é um processo de imersão em um fim-de-semana inteiro.

A ideia central é que a estratégia gera um diferencial para o sucesso do concursando. Tudo isso muito bem amparado por técnicas de coaching e PNL.

Sob uma ótica mais teórica, Estratégia organizacional é a visão compartilhada que define qual é o futuro desejado. Já Planejamento é a função administrativa que define objetivos e decide sobre os recursos e tarefas necessários para alcançá-los adequadamente. (Chiavenato)

Se você está com a impressão de que Estratégia e Planejamento são as mesma coisa, não se preocupe, muita gente não compreende bem a diferença entre os dois. Nem os autores em administração chegam a um consenso.

Mintzberg por exemplo afirma que Planejamento é o processo que gera um plano. Estratégia, para James Brian Quinn, é o padrão ou plano que integra as principais metas, políticas e sequência de ações de uma organização em um todo coerente.

Ou seja, Planejamento gera um ou vários planos, enquanto Estratégia é um conceito mais amplo que envolve o planejamento e as ações necessárias para implementar os planos e intenções estratégicas da organização.

Eu acredito sim, que uma estratégia bem formulada e um excelente planejamento podem ser um fator crucial para sucesso nos estudos para concursos. Se você não está familiarizado com esse processo – ou mesmo que esteja, mas não está alcançado os resultados desejados –, é sempre bom e recomendável buscar novas soluções e revisar sua base de conhecimento.

Outros fatores que podem ajudar são: buscar o auxílio de um bom coach, produzir seu planejamento, implementar as ações planejadas, buscar algum profissional qualificado no assunto.

Ah e não se esqueça, estratégia e planejamento evoluíram muito, não se deixe enganar pelo senso comum e nem por profissionais picaretas.

 

Publicado por

Guilherme

- Administrador pela Universidade de Brasília - UnB - Servidor público federal no cargo de Analista Administrativo da Agência Nacional de Transporte Aquaviários. - Foi coordenador de cursos a distância na ENAP, na área de educação, cargo Técnicos em Assuntos Educacionais. - Atuou ainda no IRBr - Instituto Rio Branco, Banco de Brasília - BRB e na Secretaria de Educação do Distrito Federal, todos mediante aprovação em concursos públicos - Especialista em Gestão Pública pela AVM Faculdade Integrada. - Especialista em Gestão e Regulação pela FGV (cursando)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s