Estudar para concursos tem que ser sempre difícil?

Nesse artigo vamos ver uma ferramenta de coaching aplicável aos estudos para utilizá-la na medição do esforço nos estudos para concursos.

A origem e o criador dessa ferramenta não é muito certa porém o modelo é muito interessante para aplicação nos estudos.

Essa ferramenta separa nosso estado atual em três zonas:

  1. Conforto
  2. Aprendizado
  3. Descontrole

Slide1

A zona de conforto tende a manter nosso estado atual, ou seja, as coisas tendem a se manter da forma como estão, representa segurança. Nos estudos para concurso quando estamos nessa situação tendemos a ter resultados futuros semelhantes ao passado.

Na zona de aprendizado é que a mágica acontece, é a situação em que nos sentimos desafiados e que crescemos e passamos para o próximo nível. Nela sentimos um certo desconforto ao sair da zona de conforto e é assim que evoluímos e passamos para o próximo nível.

Na zona de descontrole, forçamos o resultado e não temos habilidade ou não sabemos como fazer determinada atividade. Pode ocorrer também porque se perdeu a janela de oportunidade (timming) para desenvolver a atividade.

Se vc pensou, ah eu adoro a zona de conforto tenha isso em mente: quando ficamos na zona de aprendizado estamos também ampliando nossa zona de conforto é o que acontece quando começamos a dominar uma disciplina ou alguma habilidade para aprovação em concursos. No início é difícil mas com o tempo vamos destravando, tendo mais facilidade e no fim até gostando.

Nos estudos estamos constantemente transitando entre essas “zonas” nosso objetivo deve ser sempre nos monitorarmos e buscarmos ao máximo nos manter na zona de aprendizado.

4 diferenças entre metodologia de estudo e coaching para concursos

Duas abordagens ficaram muito comuns nos estudos para concursos, métodos de estudo/aprendizagem e coaching para concursos, você conhece as principais diferenças e convergências entre eles?

Os métodos de aprovação apresentam um formato em etapas a serem seguidas para obter aprovação em concursos. Visam sanar uma lacuna de nossa edução formal que é a de aprender a aprender. Geralmente têm uma marca pessoal de algum servidor que obteve sucesso em uma determinada carreira.

O coaching para concursos segue as linhas básicas do coaching, com uma abordagem personalizada, compatibilizando o projeto de vida pessoal do coachee (cliente) com o projeto de aprovação. O bom processo de coaching inclui em seu repertório a aprendizagem com os aspectos mais relevantes ao coachee.

Se você não sabe o que é coaching leia esse artigo aqui que eu escrevi e se tiver alguma dúvida me escreva na área de contato do site.

Elenquei abaixo 4 diferenças entre métodos de aprendizagem e coaching para concursos.

Característica
Método
Coaching
Investimento $
Médio
Alto
Personalização
Baixa
Alta
Processo
Depende do cliente
Gradual com auxílio do coach
Base na experiência do
Professor / Instrutor
Cliente / Coachee

Não há um abordagem certa ou errada, assim como um método de aprovação pode utilizar ferramentas de coaching e um processo de coaching utiliza ferramentas de métodos de aprovação (ou metaprendizagem).

A decisão depende da situação e necessidades do concursando. Embora óbvio é importante de destacar isso, no meu caso eu utilizei duas abordagens de coaching em grupo que são um mix de coaching e metaaprendizagem. Alguns concursandos inclusive não precisam disso pois já entram no mundo dos concursos com um bom aprendiz esse não foi o meu caso.

Esse artigo é baseado na minha experiência e observação, não conheço estudo sobre o assunto se você não concorda deixe seu comentário ou entre em contato.

Bons estudos…