Blog

Fichamento Escolas da Administração – Burocrática

Conceito

  • Organização baseada na racionalidade, adequação dos meios aos objetivos (fins) pretendidos, para garantir eficiência no alcance de seus objetivos

Estrutura

  • Tipos de sociedade/autoridade:
  • Tradicional: características patriarcais de patrimonialistas
  • Carismática: características místicas, arbitrárias e personalísticas
  • Legal, racional ou burocrática: normas impessoais e racionalidade para escolha dos meios e dos fins
  • Obs: legitimidade -> autoridade -> poder -> dominação
  • Fatores para o desenvolvimento da burocracia:
  • Desenvolvimento da economia monetária
  • Crescimento quantitativo e qualitativo das tarefas administrativas do estado moderno
  • Superioridade técnica do modelo em termos de eficiência
  • Racionalidade: adequação dos meios aos fins, eficiência 
  • Burocratas: corpo administrativo da organização que segue regras e servem aos objetivos da organização
  • Dimensões da burocracia: classificação de graus variados de burocratização, com base nos seguintes aspectos:
  • Divisão do trabalho baseado na especialização funcional
  • Hierarquia de autoridade
  • Sistema de regras e regulamentos
  • Formalização das comunicações
  • Impessoalidade no relacionamento entre as pessoas
  • Seleção e promoção baseadas na competência técnica

Principais autores

  • Weber

Quando

  • Tradução dos livros de Weber para o inglês em na década de 1940

Onde

  • Estados Unidos

Características:

  • Características burocracia segundo Weber:
  • Caráter legal das normas e regulamentos
  • Caráter formal das comunicações
  • Caráter racional e divisão do trabalho
  • Impessoalidade nas relações
  • Hierarquia de autoridade
  • Rotinas e procedimentos padronizados
  • Competência técnica e meritocracia
  • Especialização da administração
  • Profissionalização dos participantes
  • Completa previsibilidade do funcionamento
  • Vantagens da burocracia segundo Weber:
  • Racionalidade
  • Precisão na definição do cargo e na operação
  • Rapidez nas decisões
  • Univocidade de interpretação 
  • Uniformidade de rotinas e procedimentos
  • Continuidade da organização 
  • Redução do atrito entre as pessoas
  • Constância
  • Confiabilidade
  • Benefícios para as pessoas na organização
  • Disfunções da burocracia:
  • Internalização das regras e apego aos regulamentos
  • Excesso de formalismo e papelório
  • Resistência as mudanças
  • Despersonalização do relacionamento
  • Categorização como base do processo decisório
  • Super conformidade às rotinas e aos procedimentos
  • Exibição de sinais de autoridade
  • Dificuldade no atendimento a clientes e conflitos com público
  • Apreciação crítica da teoria da burocracia
  • Excessivo racionalismo
  • Mecanicismo e as limitações da teoria máquina
  • Conservantismo da burocracia
  • Abordagem de sistema fechado
  • Abordagem descritiva e explicativa
  • Críticas multivariadas à burocracia: organização informal, comportamento humano, conflito etc
  • Posição da teoria da burocracia dentro da teoria das organizações: se assemelha a teoria clássica e a teoria científica (teoria tradicional: clássica, científica e burocrática)

Fichamento Escolas da Administração – Neoclássica

Conceito

  • Administração como processo de planejar, organizar, dirigir e controlar os recursos organizacionais para o alcance de resultados

Estrutura

  • Eficiência: medida da utilização dos recursos para obtenção de um produto final, custo-benefício, entrada e saída
  • Eficácia: medida do alcance de resultados
  • Organização formal: conjunto de posições funcionais e hierárquicas orientado para o objetivo econômico de produzir bens e serviços
  • Princípios fundamentais da organização formal: divisão do trabalho, especialização, hierarquia, amplitude administrativa
  • Funções do administrador/elementos da administração/processo administrativo: consiste nos elementos planejamento, organização, direção e controle como funções básicas do administrador/Administração
  • Decorrências da teoria neoclássica: tipos de organização, departamentalização, administração por objetivos

Quem

  • Peter Drucker

Quando

  • 1950

Onde

  • EUA 

Características

  • Ênfase na prática de administração
  • Afirmação relativa dos postulados clássicos
  • Ênfase nos princípios gerais de administração
  • Ênfase nos objetivos e nos resultados
  • Ecletismo nos conceitos

Fichamento Escolas da Administração – Relações Humanas

Conceito

  • Teoria que reconheceu a influência do aspecto social nas organizações, pelas conclusões da experiência de Hawthorne.

Estrutura

  • Conclusões da experiência de Hawthorne:
  • O nível de produção é resultante da integração social
  • Comportamento social dos empregados baseado nos grupos informais
  • Comportamento condicionado normas e padrões sociais
  • Reconhecimento dos grupos informais
  • Ênfase nas relações humanas
  • Importância do conteúdo do cargo
  • Ênfase em aspectos emocionais
  • Pontos de vista da teoria das relações humanas (Mayo):
  • Trabalho é uma atividade tipicamente grupal
  • Operários não reagem como indivíduos isolados, mas como membro de um grupo social
  • Tarefa básica da administração é formar uma elite capaz de compreender e de comunicar
  • Importância da habilidade social
  • O ser humano é motivado pela necessidade de estar junto e de ser reconhecido
  • A civilização industrializada traz como consequência desintegração dos grupos
  • Funções básicas da organização
  • Função econômica: produzir bens ou serviços, equilíbrio externo
  • Função social: dar satisfações a seus participantes, equilíbrio interno
  • Dois subsistemas da organização
  • Organização técnica: formal, relacionado a produção de bens ou serviços
  • Organização humana: informal, relacionado a satisfação dos funcionários (sistema de sentimentos, ideias, crenças e expectativas)
  • Homem social: criaturas sociais complexas, motivadas por necessidades, comportamento grupal influenciado pelo estilo de liderança, normas sociais do grupo.
  • Decorrências da teoria das relações humanas: estudos sobre motivação, liderança, comunicação, organização informal, dinâmica de grupos, administração participativa.

Principais autores

  • Elton mayo (1880-1949)
  • Kurt Lewin (1890-1947)

Quando

  • Experiência de Hawtorne (1927-1932)

Onde

  • Estados Unidos da América

Características

  • Trata a organização como um grupo de pessoas
  • Enfatiza as pessoas
  • Inspirada em sistemas de psicologia
  • Delegação de autoridade
  • Autonomia do empregado
  • Confiança e abertura
  • Ênfase nas relações entre as pessoas
  • Confiança nas pessoas
  • Dinâmica grupal e interpessoal

Críticas

  1. Oposição cerrada à teoria clássica
  2. Inadequada visualização dos problemas e relações industriais
  3. Concepção ingênua e romântica do operário
  4. Limitação do campo experimental
  5. Parcialidade das conclusões
  6. Ênfase nos grupos informais
  7. Enfoque manipulativo das relações humanas

Fichamento Escolas da Administração – Científica

Conceito

  • Estudo científico (método) da administração para aumentar a eficiência da indústria por meio da racionalização do trabalho do operário

Estrutura

  • Organização racional do trabalho: substituição de métodos empíricos e rudimentares pelos métodos científicos de produção:
  • Análise do Trabalho e estudo dos tempos e movimentos
  • Estudo da fadiga humana
  • Divisão do trabalho especialização do operário
  • Desenho de cargos e tarefas
  • Incentivos salariais e prêmios de produção
  • Conceito de homo economicus
  • Condições ambientais de trabalho
  • Padronização
  • Desenho de cargos e tarefas
  • Tarefa: menor unidade possível dentro da divisão do trabalho de uma organização
  • Cargo: conjunto de tarefas repetidas
  • Desenho de cargos: especificação do conteúdo (tarefas), métodos e relações
  • homo economicus: homem econômico, pessoa influenciada exclusivamente por recompensas salariais, econômicas e materiais
  • Princípios da administração científica de Taylor: planejamento, preparo, controle e execução
  • Princípios básicos de Ford: intensificação, economicidade, produtividade
  • Produção em massa: simplicidade e linha de produção
  • Princípio da exceção: sistema de controle simples baseado na verificação das exceções ou desvios dos padrões normais
  • Principais aspectos da administração científica:
  • Estudo dos tempos e movimentos
  • Determinação do método de trabalho (the best way)
  • Seleção científica do trabalho do
  • Lei da fadiga
  • Padrão de produção
  • Supervisão funcional
  • Condições ambientais de trabalho
  • Máxima eficiência
  • Maiores lucros e maiores salários
  • Produtividade: relação entre quantidade de produto obtido e a quantidade do fator necessário para sua obtenção (dispêndio de trabalho)

Principais autores

  • Taylor 1856-1915
  • Emerson 1853-1931
  • Ford 1863-1947

Quando

  • Segunda década do século XX

Onde

  • Estados Unidos

Finalidade

  • Princípio da máxima prosperidade:  máxima prosperidade para o patrão acompanhada da máxima prosperidade para empregado

Características

  • Método científico
  • Redução de desperdício
  • Redução de custos de produção
  • Seleção científica de funcionários
  • Condições físicas de trabalho
  • Treinamento de funcionários
  • Estabilidade das relações de trabalho
  • Método cartesiano

Análise crítica

  • Mecanicismo
  • Super especialização do operário
  • Visão microscópica do homem
  • Falta de comprovação científica
  • Abordagem completa
  • Limitação do campo de aplicação
  • Abordagem prescritiva e normativa
  • Abordagem de sistema fechado

Fichamento Escolas da Administração – Clássica

Conceito

  • Estudo científico (método) da administração com ênfase na estrutura da organização para alcançar eficiência

Estrutura

  • Funções básicas da empresa: técnicas, comerciais, financeiras, segurança, contábil, administrativas
  • Conceito de administração (elementos/funções da administração) e : prever, organizar, comandar, coordenar, e controlar.
  • Princípios gerais de administração para Fayol:
  • Divisão do trabalho: o de tarefas de pessoas para aumentar a eficiência
  • Autoridade e responsabilidade: poder de dar ordens esperar obediência
  • Disciplina: obediência e respeito aos acordos estabelecidos
  • Unidade de comando: cada empregado recebe ordens de apenas um superior (autoridade única)
  • Unidade de direção: um plano para cada conjunto de atividades que tem o mesmo objetivo
  • Subordinação dos interesses individuais aos gerais: interesse da empresa sobrepõe interesses particulares
  • Remuneração do pessoal: justa e garantida satisfação em termos de retribuição
  • Centralização: concentração da autoridade do topo da hierarquia
  • Cadeia escalar: linha de autoridade do escalão mais alto ao mais baixo seguindo o princípio do comando 
  • Ordem: um lugar para cada coisa e cada coisa em seu lugar
  • Equidade: amabilidade justiça para lealdade do pessoal
  • Estabilidade do pessoal: a rotatividade é prejudicial, quanto mais tempo a pessoa no cargo melhor para empresa
  • Espírito de equipe: harmonia e união entre as pessoas
  • Conceito de assessoria (staffing): preparar e treinar o pessoal e manter condições favoráveis de trabalho
  • Conceito de coordenação: reunião, unificação e harmonização de toda atividade organizacional

Principais autores

  • Fayol (1841-1925), Urwick (1891-1983), Gulick (1892-1993)

Quando e onde

  • Europa segunda década do século XX

Contexto

  • Era industrial
  • Estabilidade
  • Previsibilidade
  • Conservantismo
  • Rotina
  • Especialização 
  • Método cartesiano

Características

  • Administração como ciência
  • Teoria da organização: a preocupação com estrutura, forma e disposição das partes que constituem organização, assim como o interrelacionamento entre as partes
  • Divisão do trabalho especialização: vertical e horizontal
  • Coordenação: reunião, unificação e harmonização de toda atividade
  • Comparação com a teoria das relações humanas:
  • Tratar a organização como máquina
  • Enfatiza as tarefas ou a tecnologia
  • Inspirada em sistemas de engenharia
  • Autoridade centralizada
  • Linhas claras de autoridade
  • Especialização e competência técnica
  • Acentuada divisão do trabalho
  • Confiança nas regras e nos regulamentos
  • Clara separação entre linha e staff 

Avaliação/crítica

  • Abordagem simplificada
  • Extremo racionalismo
  • Ausência de trabalhos experimentais
  • Teoria da máquina
  • Abordagem incompleta da organização
  • Abordagem de sistema fechado

Administração: conceito e importância

Bem vindo ao Administração para concursos, nesse post vamos abordar Administração: conceito e importância.

Vamos estudar aqui por resumos breves e algumas questões. Você pode ler os posts durante o seu preparo ou deixar para a semana do concurso, caso essa não seja uma matéria que você irá priorizar.

Vamos direto ao assunto:

Conceito de Administração:

Segundo Chiavenato:

A administração se refere à combinação e aplicação de recursos organizacionais – humanos, materiais, financeiros, informação e tecnologia – para alcançar objetivos e atingir desempenho excepcional. Provavelmente não haja conceito mais importante para a administração do que os objetivos a serem alcançados.

Administração é o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar a aplicação dos recursos organizacionais para alcançar determinados objetivos de maneira eficiente e eficaz. No fundo, a administração é um complexo processo de tomar decisões a respeito de recursos e de objetivos a serem com eles alcançados.

O conceito de Administração atualmente é considerado como Planejar, Organizar, Dirigir e Controle – PODC – recursos organizacionais para atingir objetivos (também) organizacionais.

Esse é o conceito que você tem de levar para a prova, mas vamos explicar melhor isso tudo. Se você analisou direitinho o edital do TCU pôde perceber que  o “PODC” está especificado como itens de conhecimento do seu edital assim vamos detalhar nos próximos posts esses conceitos, mas para que você possa entender elenco esses conceitos abaixo de forma muito resumida:

Planejar: significa definir o que a organização pretende fazer no futuro, ou seja define seus objetivos.

Organizar: significa atribuir tarefas e agrupamentos de tarefas em departamentos e alocar recursos para a realização dessas tarefas.

Dirigir: significa o poder de dar ordens e cobrar resultados, modernamente significa influenciar e motivar as pessoas para alcançarem resultados.

Controlar: significa acompanhar e monitorar o desempenho organizacional, ou seja, verificar se o que foi planejado, organizado e dirigido esta ocorrendo.

Importância da Administração

A importância da Administração se dá em função de alguns aspectos, principalmente:

  • as principais atividades da vida em sociedade são realizadas por organizações,
  • as organizações têm como propósito beneficiar a sociedade e aos seus clientes, por meio da entrega de serviços ou produtos (agregar valor à sociedade)
  • para que as organizações sejam bem sucedidas as organizações devem ser administradas.

Pense na última vez em que você foi mal atendido em um estabelecimento ou que comprou um produto que não tinha as características prometidas, essas situações refletem bem a importância da Administração.

Aqui cabe uma ressalva, Maximiano ressalta que há algumas organizações não estão tão preocupadas assim com o bem da sociedade, ele destaca que organizações criminosas também são consideradas como “empresas” e são administradas. Se você pensou que a visão acima era muito romântica, está certo! Entretanto, são essas ideias que você deve levar para a prova.

Vou ficando por aqui! Espero que tenham gostado desse conteúdo, mas antes de passar para o próximo assunto do seu edital faça as questões abaixo e caso tenha dúvida discutimos nos comentários do post.

1 – (2014/ICMBIO/CESPE) 20Q380903

A abordagem clássica da administração é um dos marcos para o entendimento de como as teorias organizacionais evoluíram. Outras contribuições teóricas complementares, tais como a teoria da burocracia e de sistemas, também contribuíram para entender o processo. Com relação às diversas teorias organizacionais, julgue os itens que se seguem.

De acordo com Henri Fayol, planejamento, preparo, controle e execução são as funções universais da administração.

2 – (2014/ICMBIO/CESPE) 24Q380912

As teorias da liderança formam um arcabouço necessário para que as organizações desempenhem as suas atividades conforme prescrito em seus objetivos, porém a liderança depende também de como a organização é constituída, sua cultura, seus esforços sinérgicos e o planejamento de suas atividades. A respeito desse assunto, julgue os próximos itens.

O planejamento estabelece o alicerce para as funções de organizar, dirigir e controlar.

3 – (2014/SUFRAMA/CESPE) 35Q369460

Acerca das funções e do processo da administração, julgue os itens que se seguem.

Definir a missão da organização, designar as pessoas, dividir o trabalho e definir e controlar o desempenho são funções da administração relacionadas, respectivamente, ao planejamento, à organização, à direção e ao controle.

GABARITO: E, C, E

REFERÊNCIAS:

CONTEÚDO: Chiavenato, Idalberto. Administração nos novos tempos. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010 2ª reimpressão. ISBN 978-85-352-3771-9 (p. 03-29)

Fichamento Escolas da Administração – Matemática

Conceito 

  • Corrente de autores enfatizam o processo decisório e a administração das operações em abordagem racional, quantitativa, determinística e lógica. 
  • Aplicada na resolução de problemas recebe o nome de pesquisa operacional; aplicada na produção de bens ou serviços recebe o nome de administração das operações

Estrutura

  • Aplicações da teoria matemática: Atividades relacionadas com produtos serviços, processos e tecnologia, localização industrial, gerenciamento da qualidade, planejamento e controle das operações.
  • Operações: processos produtivos e produtividade.
  • Estratégia de operações: alinhamento estratégico e a natureza estratégica na administração das operações
  • Perspectivas do processo decisório: processo e problema
  • Perspectiva do processo do etapas da tomada de decisão, objetivo selecionar a melhor alternativa de decisão. Etapas: definição do problema; identificação das alternativas; seleção da melhor alternativa de solução, escolha.
  • Perspectiva do problema: orientado a resolução de problemas, Ênfase na solução final do problema, não indica alternativas, utiliza métodos quantitativos para tornar o processo decisório mais racional possível
  • Modelos matemáticos: usados para simular situações reais, foco na resolução de problemas de tomada de decisão, através da probabilidade de ocorrência.
  • Modelo: representação de algo ou o padrão de algo a ser feito, representação da sua da realidade.
  • Tipos de problemas:
  • Estruturados, aqueles perfeitamente definidos pois suas principais variáveis são conhecidos. Pode ser subdividido em 3 categorias: decidimos sob certeza, decisão sob risco, decisão sob incerteza
  • Não estruturados, não pode ser claramente definido pois é uma mais de suas variáveis é desconhecida ou não pode ser com terminada com grau de confiança
  • Tipos de decisão: em função dos problemas estruturados e não estruturados as decisões podem ser programadas ou não-programadas
  • Pesquisa operacional (PO): acrescentou métodos matemáticos refinados e tecnologia aspectos da administração científica, foco no nível operacional. Usa o método científico para solução de problemas. Características:
  • Visão sistêmica. 
  • Técnicas de estatística, probabilidade, matemática.
  • Buscar soluções ótimas, objetivas e racionais.
  • Seis fases do PO:
  • Formular o problema. 
  • Construir um modelo de representação. 
  • Deduzir uma solução do modelo. 
  • Testar o modelo e a solução. 
  • Estabelecer controle sobre a solução. 
  • Colocar a solução em funcionamento (implementação)
  • Principais técnicas de PO:
  • Teoria dos jogos: formulação matemática para estratégia e análise de conflitos.
  • Teoria das filas: otimização de arranjos em condições de aglomeração e de espera, utiliza técnicas matemáticas variadas.
  • Teoria dos grafos: redes de diagramas de flechas para usar em diversas finalidades, oferece técnicas de planejamento programação, por exemplo PERT/CPM e Neopert.
  • Programação linear: técnica matemática que permite analisar os recursos de produção para maximizar o lucro e minimizar o custo, técnica de solução de problemas que requer a definição de valores das variáveis envolvidas.
  • Programação dinâmica: técnica de solução de problemas com várias fases Interrelacionadas, avalia o efeito de cada decisão para otimizar a escolha (objetivo) final.
  • Análise estatística e cálculo de probabilidade: uso da estatística para predição de informações com base uma pequena amostra de dados, amplamente utilizado para aferição de qualidade, controle estatístico de qualidade (CEQ) e Qualidade total, seis sigmas.
  • Reengenharia de processos e just in time.
  • Estratégia organizacional: técnicas se preocuparam com a competição típica dos jogos buscando compreender comportamento competitivo, predizer movimentos estratégicos, aplicação de recursos, prever riscos de lucros, embora não se caracterize por ter uma ampla abordagem estratégica.
  • Indicadores de desempenho: maior contribuição de autores e desenvolvimento de indicadores financeiros e não-financeiros para medir e avaliar o desempenho organizacional. Características do uso de indicadores:
  • Mostrar o que é organização está fazendo e quais os resultados de suas ações
  • Elaborar um sistema de medições semelhante a um painel de controle
  • Definir ações corretivas
  • Apoiar a melhoria do desempenho
  • Manter a convergência de propósitos, esforços, estratégia, ações e medições
  • Tipo de indicadores de desempenho:
  • Resultados: resultados da ação organizacional em períodos definidos
  • Desempenho: comportamento ou ações que se pretende realizar
  • Favores críticos de sucesso: ações ou eventos que devem ocorrer para alcance de resultados (sucesso organizacional)
  • Balanced Scorecard (BSC): Método de administração com foco no esquilibrio organizacional pelo uso de indicadores em quatro perspectivas básicas: Finanças, clientes, processos internos, aprendizado/crescimento organizacional.

Principais autores

  • Von Neuman e Morgenstern (teoria dos jogos)
  • H. Haiffa, R. Schalaifer, R. Howard

Quando

  • 1947 – trabalho clássicos sobre teoria dos jogos

Análise crítica

  1. Limitação e reducionismo da análise quantitativa de dados
  2. Similaridade com a teoria científica
  3. Foco na administração de operações

Funções da Administração

Funções da administração é um tema muito importante e recorrente para quem está estudando para concursos. Na verdade é um tema central, é o núcleo da administração, pelo menos para os Neoclássicos.

Existem vários sinônimos para funções da administração: elementos da administração, funções do administrador, processo administrativo, ciclo administrativo, processo administrativo.

Então, quais são as Funções da Administração? Simples é o PODC, ou seja, são as funções Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar, que já vimos no.

E de onde veio isso? Bem as funções da Administração são a evolução dos elementos da administração postulados pelo Fayol, que é um autor da escola Clássica da administração.

Agora você deve estar se perguntando que diabos é escola clássica? Quem são os Neoclássicos? Isso é História ou Administração? As Escolas da Administração serão tratados em outros posts.

Voltando ao nosso assunto, vamos rever os conceitos do PODC, pois a excelência vem com a repetição:

Planejar: significa definir o que a organização pretende fazer no futuro, ou seja define seus objetivos.

Organizar: significa atribuir tarefas e agrupamentos de tarefas em departamentos e alocar recursos para a realização dessas tarefas.

Dirigir: significa o poder de dar ordens e cobrar resultados, modernamente significa influenciar e motivar as pessoas para alcançarem resultados.

Controlar: significa acompanhar e monitorar o desempenho organizacional, ou seja, verificar se o que foi planejado, organizado e dirigido esta ocorrendo.

Chiavenato utiliza esse esquema para facilitar nossa vida e vc tem que levar ele para a prova (o esquema não o Chiavenato e é na mente caso contrário pode ser eliminado):

PODC 2

A última coisa que você tem de saber sobre as funções da administração é que o processo administrativo é uma sequência interativa e cíclica conforme abaixo:Captura de ecrã 2015-07-4, às 10.19.35 PM

 

Ao mesmo tempo em que é uma sequência essas funções interagem entre sí e embora haja uma sequência ela não é rígida. Por exemplo, você marcaria certo ou errado para a seguinte afirmação: o controle depende e parte do planejamento. Em uma análise superficial você poderia afirmar que é falsa, pois para se chegar ao controle devemos passar pelas etapas de organização e direção. Entretanto, se observar bem no quadro acima o controle visa verificar se o que foi planejado foi efetivamente realizado, logo ele parte do planejamento.

Vamos para umas questões pois esse post está deixando de ser resumo…

Questão 1: CESPE – Adm (MIN)/MIN/2013

Assunto: Funções Administrativas

A organização é uma combinação de esforços individuais para o cumprimento de propósitos coletivos. Com relação a esse assunto, julgue o seguinte item.
As funções organizacionais são tarefas especializadas executadas por pessoas e grupos para o atingimento de objetivos da empresa. As mais importantes tarefas comuns a qualquer tipo organização incluem a de produção, de marketing, de pesquisa e desenvolvimento, de finanças e de recursos humanos.

Questão 2: CESPE – Ana (BACEN)/BACEN/Área 6 – Gestão e Análise Processual/2013

Assunto: Funções Administrativas

Julgue o item a seguir, a respeito de estratégia e planejamento.
Planejamento é o processo no qual são definidos, após a tomada de decisão, os objetivos a serem atingidos por uma organização.

Questão 3: CESPE – AJ (STF)/STF/Administrativa/2013

Assunto: Funções Administrativas

A respeito dos processos de gestão nas organizações, julgue o item seguinte.

Planejamentos estratégicos envolvem metas de longo prazo, e planejamentos táticos e operacionais, metas de médio e de curto prazo.

 

Questão 4: CESPE – Ag Adm (SUFRAMA)/SUFRAMA/2014

Assunto: Funções Administrativas

Acerca das funções e do processo da administração, julgue o item que se segue.

Definir a missão da organização, designar as pessoas, dividir o trabalho e definir e controlar o desempenho são funções da administração relacionadas, respectivamente, ao planejamento, à organização, à direção e ao controle.

 

Questão 5: CESPE – TA (ICMBio)/ICMBio/2014

Assunto: Funções Administrativas

As teorias da liderança formam um arcabouço necessário para que as organizações desempenhem as suas atividades conforme prescrito em seus objetivos, porém a liderança depende também de como a organização é constituída, sua cultura, seus esforços sinérgicos e o planejamento de suas atividades. A respeito desse assunto, julgue o próximo item.

O planejamento estabelece o alicerce para as funções de organizar, dirigir e controlar.

 

Questão 6: CESPE – OCE (TCE-RS)/TCE-RS/Classe A/Oficial Instrutivo/2013

Assunto: Funções Administrativas

A respeito do processo administrativo relacionado às funções, estrutura e cultura organizacionais, julgue o item subsequente.

O planejamento, como função administrativa, envolve a identificação, a análise, a ordenação e o agrupamento das atividades e recursos, visando ao alcance de resultados.

Questão 7: CESPE – TA (ANS)/ANS/2013

Assunto: Funções Administrativas

Julgue o item a seguir, relativo a administração e gestão de pessoas nas organizações.

Ao se certificar de que a organização está seguindo o rumo de seus objetivos, o gestor pode planejar e organizar os recursos para alcance da estratégia organizacional.

1) Certo 2) Errado 3) Certo 4) Errado 5) Certo 6) Errado 7) Errado

Referenciais:

Teoria

Introdução a Teoria Geral da Administração – Chiavenato – 4ª Edição, Editora Makon Books.

Publicado originalmente no Blog admparaconcursos.wordpress.com

Introdução: Administração Geral

1 Conceito de administração

A administração se refere à combinação e à aplicação (processo decisório) de recursos organizacionais para alcançar objetivos e atingir desempenho excepcional.

  • Recursos organizacionais: humanos, materiais, financeiros, informação e tecnologia

2  Objeto de estudo da administração

O objeto de estudo da administração são as organizações

  • organizações: sistema de recursos que procura realizar algum tipo de objetivo ou conjunto deles. grupos sociais deliberadamente orientados para realização de objetivos (fornecimento de bens ou serviços)

3  Formas de estudo de administração

Há várias maneiras de se estudar administração, as duas principais são:

  • administração como um processo
  • evolução das ideias em administração (teorias administrativas)

3.2. Processos administrativos

Conjunto e sequência das funções administrativas: planejamento, organização, direção e controle

  • processo: sequência de ações que se sucedem para chegar a um ponto. Maneira sistemática de fazer as coisas. Meio, método, maneira de conduzir atividades

3.3 Funções organizacionais

Tarefas especializadas que as pessoas e os grupos executam para que a organização consiga realizar seus objetivos.

  • Tipos mais comuns: produção / operações, marketing, pesquisa e desenvolvimento, finanças e recursos humanos.

3.4 teorias/escolas/enfoques

Teorias: representações sobre como o mundo opera.

  • As teorias administrativas estão baseadas em 6 variáveis: tarefas, estrutura, pessoas, ambiente, tecnologia e competitividade. Geralmente representaram uma resposta a um problema organizacional.
    • 1903 – Administração Científica
    • 1909 – Teoria da Burocracia
    • 1916 – Teoria Clássica
    • 1932 – Teoria das Relações Humanas
    • 1947 – Teoria Estruturalista
    • 1953 – Teoria dos Sistemas
    • 1953 – Abordagem Sociotécnica
    • 1954 – Teoria Neoclássica
    • 1957 – Teoria Comportamental
    • 1962 – Desenvolvimento Organizacional
    • 1972 – Teoria da Contingência
    • 1990 – Novas Abordagens

4  tipos de organizações

As organizações podem ser classificadas de várias formas, de acordo com o setor da economia podem ser tipificadas em 3 espécies:

  1. governo,
  2. empresas e
  3. organizações do terceiro setor.

4.1  Governo (= primeiro setor)

Governo compreende as organizações do serviço público, que administram o Estado e prestam serviços públicos.

  • Estado
    • entidade jurídica que ordena a vida dos cidadãos de um pais ou nação
    • Funções do Estado: arrecadação de impostos, produção de leis, defesa, justiça, educação, diplomacia, segurança pública
    • Estrutura:
      • Administração direta: órgãos.
      • Administração: indireta, autarquias, fundações, empresas públicas e sociedade de economia mista

4.2 empresas (= segundo setor)

Organização de negócios, que tem como objetivo vender produtos e oferecer serviços para obter lucro

  • lucro: dinheiro que resta para a empresa depois que foram pagas todas as despesas.
  • capital: montante de dinheiro investido em uma empresa
  • empresas de capital aberto: compostas por capital dividido em ações de diversas pessoas e essa ações podem ser negociadas em bolsa de valores.
  • Empresas estatais: é um gênero que possui duas espécies: Empresas Públicas e Sociedade de Economia Mista:
    • Empresas Públicas: São composta por capital exclusivamente estatal
    • Sociedade de Economia Mista: São empresas de capital aberto em que mais de 50% do capital é estatal.

4.3  terceiro setor

Compreende as organizaações de utilidade pública, que têm origem na sociedade e não no governo. Essas organizações podem ser chamadas de organizações não-governamentais ou ONGs e não têm finalidade lucrativa. Dedicam-se a causas ou representam interesses de um grupo social.

Função Planejamento

Planejar é definir o que a organização pretende fazer no futuro, ou seja definir objetivos. Envolve: decisão sobre objetivos, definição de planos para alcançar esses objetivos, e a programação de atividades para o alcance de objetivos. Fiz questão de reforçar a palavra objetivos porque isso tem de ficar automático na sua cabeça: falou em planejamento você tem de pensar em objetivos, além disso a primeira coisa feita no processo de planejamento é a definição de objetivos.
O planejamento define onde se pretende chegar, o que deve ser feito, quando, como e em que sequência.
Nesse ponto é necessário que fazer um explicação rápida sobre os níveis organizacionais: estratégico, tático e operacional – ETO.
Existem três níveis organizacionais conforme figura abaixo:
Captura de ecrã 2015-07-11, às 6.47.31 PM
Nível institucional (estratégico): constituido pelo presidente e diretores que compõem a alta administração e tomam a principais decisões da organização. Está em contato direto com ambiente externo. É responsável pela definição do futuro da organização.
Nível intermediário (tático/gerencial): É o nível administrativo que articula intensamente os níveis institucional e operacional. Recebe as decisões globais tomadas no nível institucional e as transforma em programas de ação para o nível operacional. Interpreta a missão, a visão e os objetivos fundamentais do negócio e os traduz em ações para que o nível operacional execute.
Nível operacional: É a base do organograma, é o nível que administra a execução e a realização das tarefas e atividades cotidianas.
Vamos ver as características de cada um desses níveis:
Captura de ecrã 2015-07-11, às 7.15.05 PM
No processo de planejamento, os administradores deverão se preocupar em traçar planos para esses três níveis, dessa forma existirão: planejamento estratégico, tático e operacional. Vamos analisar as características de cada um deles.
Captura de ecrã 2015-07-13, às 8.58.42 PM

Planejamento Estratégico: é um processo organizacional compreensivo de adaptação através da aprovação, tomada de decisão e avaliação. Geralmente envolve a análise do ambiente interno e externo, forças e fraquezas organizacionais, a missão e a visão da organização. Orientado para o longo prazo, entre 3 a 5 anos. Características: relacionado com a adaptação da organização ao ambiente, orientado para o futuro, compreensivo (abrangente), processo de construção do consenso, forma de aprendizagem organizacional. Segundo Chiavenato ele segue a seguinte ordem construção do consenso sobre o futuro (visão), análise das condições externar e internas.

Planejamento Tático: envolve uma determinada unidade organizacional (departamento ou divisão) se estende pelo médio prazo (geralmente 1 ano) e é desenvolvido pelo nível intermediário. Enfatiza as atividades de várias unidades ou departamentos da organização. Geralmente envolvem: planos de produção, financeiros, marketing, recursos humanos. Podem se referir também a tecnologia utilizada na organização, investimentos, obtenção de recursos. Para Chiavenato, as políticas constituem exemplos de planos táticos, funcionam como guias de ação e tomada de decisões.

Planejamento Operacional: tem foco no curto prazo e abrange tarefas ou operações individualmente, preocupa-se com “o que fazer” e “como fazer” as atividade rotineiras. Para Chiavenato está inserido na lógica de sistema fechado. Está voltado para a otimização e maximização de resultados. O planejamento operacional é constituído de uma série de planos operacionais dentro das áreas e funções da organização. Cuidam da administração da rotina, voltados para eficiência, tendo em vista que eficácia está relacionada ao tático e ao operacional. Podem ser classificados em 4 tipos:

  1. procedimentos: relacionados a métodos,
  2. orçamento: relacionados com dinheiro,
  3. programas (ou programações: relacionados com tempo,
  4. regulamentos: relacionados com comportamento das pessoas.

Questão 1: CESPE – OTI (ABIN)/ABIN/Administração/2010

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Com relação ao processo organizacional, julgue o item subsequente.

A primeira tarefa do planejador é definir um plano, parte mais importante do processo de planejamento. Em seguida, ele deve coletar e processar dados relevantes para a implementação desse plano, a partir de novas informações e decisões.

Questão 2: CESPE – OTI (ABIN)/ABIN/Planejamento Estratégico/2010

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Julgue o item a seguir, relativo ao ciclo PDCA.

O planejamento, conforme o âmbito, classifica-se como operacional, tático ou estratégico, assumindo, em cada um desses casos, diferentes características, prazos, amplitudes e orçamentos.

Questão 3: CESPE – AA (ANATEL)/ANATEL/2012

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

No que se refere aos aspectos gerais do processo administrativo, julgue o item.

Os planos relacionados à área de gestão de pessoas, como recrutamento e seleção, treinamento, plano de cargos e salários, promoções e capacitação são desdobramentos operacionais do planejamento estratégico.

Questão 4: CESPE – TA (ANATEL)/ANATEL/2012

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

O processo de administração adequadamente executado envolve atividades como planejar, organizar, liderar e controlar. Com relação ao processo administrativo, julgue o item a seguir.

A análise do ambiente interno, o estabelecimento de objetivos e a escolha das estratégias são atividades inerentes ao processo de planejamento.

Questão 5: CESPE – Adm (MIN)/MIN/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

A respeito de aspectos relacionados ao planejamento organizacional, julgue o item seguinte.

Os planos funcionais ou administrativos definem as atividades, os recursos e as formas de controle necessários para a realização dos cursos de ação escolhidos.

Questão 6: CESPE – Adm (MJ)/MJ/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Acerca das funções de administração, tais como planejamento, organização, direção e controle, julgue o item que se segue.

O primeiro passo no planejamento é a fixação de metas específicas e desafiadoras para orientar o seu cumprimento e melhorar o desempenho da organização.

Questão 7: CESPE – Ana (BACEN)/BACEN/Área 6 – Gestão e Análise Processual/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Julgue o item subsecutivo, referente a análise de cenários, estabelecimento de objetivos e formulação de estratégias.

A implementação da estratégia depende da implementação dos planos táticos (nível médio de decisão) e dos planos operacionais (nível de produção).

Questão 8: CESPE – AJ (STF)/STF/Administrativa/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

A respeito dos processos de gestão nas organizações, julgue o item seguinte.

Na elaboração de um planejamento, o objetivo principal deve ser garantir que os objetivos iniciais sejam preservados, apesar das adversidades do ambiente.

Questão 9: CESPE – AJ (STF)/STF/Apoio Especializado/Estatística/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Acerca das funções administrativas e suas respectivas ferramentas nas organizações, julgue o seguinte item.

No processo de planejamento, o primeiro passo consiste em antecipar a tomada de decisão, para estabelecer, desde o início, o estado futuro desejado como meta irrevogável a ser atingida.

Questão 10: CESPE – AJ (STF)/STF/Apoio Especializado/Estatística/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Acerca das funções administrativas e suas respectivas ferramentas nas organizações, julgue o seguinte item.

A modificação dos objetivos iniciais estabelecidos em um processo de planejamento é admitida como desdobramento natural do próprio processo, sem que isso resulte em perda de eficiência.

Questão 11: CESPE – AA (ANAC)/ANAC/Área 2/2012

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Relativamente à gestão de resultados na produção de serviços e à gestão estratégica, julgue o seguinte item.

Ao considerar a inexistência de concorrência, as organizações públicas não realizam análises organizacionais em seus processos de planejamento.

Questão 12: CESPE – AA (ANCINE)/ANCINE/I/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Em relação aos processos de planejamento estratégico, tático e operacional, julgue o item abaixo.

No processo de planejamento, as etapas entrada, processamento e elaboração de planos podem envolver, respectivamente, a busca de informações, a criação de alternativas e a determinação dos objetivos.

Questão 13: CESPE – AA (ANCINE)/ANCINE/I/2013

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Julgue o item seguinte, a respeito das estratégias de marketing para obtenção de vantagem competitiva.

Na realidade organizacional, para alcançar os objetivos, é preciso definir atividades, formas de controle e recursos necessários para a execução dos cursos de ação. O planejamento tático ou funcional, que é um elo entre a missão da instituição e os cursos de ação definidos pelas áreas, é responsável por esse papel.

Questão 14: CESPE – TJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/”Sem Especialidade”/2014

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Acerca do planejamento em organizações, assinale a opção correta.

  1. a)  Nas organizações, não se estabelecem planos permanentes, dado os planos terem sempre natureza transitória.
  2. b)  As metas correspondem aos objetivos quantificados de uma organização.
  3. c)  Planejamentos operacionais são desenvolvidos pela cúpula administrativa e são realizados, conjecturalmente, a longo prazo.
  4. d)  Os planos são estruturas que envolvem macroaspectos das organizações e que originam os planejamentos.
  5. e)  Não se devem adotar objetivos quantitativos no planejamento, dado serem difíceis de mensurar na realidade organizacional.

 

Questão 15: CESPE – AA (ANATEL)/ANATEL/Administração/2014

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Com relação ao processo de planejamento, julgue o item a seguir.

O planejamento estratégico pode ser considerado como a formalização das metodologias de desenvolvimento e implantação estabelecidas; o planejamento tático tem por objetivo a otimização dos resultados da empresa como um todo; e o planejamento operacional relaciona-se com objetivos de longo prazo e com estratégias e ações para se alcançá-los. Todos esses tipos de planejamento, portanto, estão associados aos níveis de decisão da organização.

Questão 16: CESPE – AA (ANATEL)/ANATEL/Administração/2014

Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento

Com relação ao processo de planejamento, julgue o item a seguir.

Em qualquer processo de planejamento, independentemente da metodologia utilizada, devem ser considerados os planejamentos dos fins, de meios, organizacional, de recursos e, por fim, de implantação e controle.

Gabarito

1) Errado 2) Certo 3) Certo 4) Certo 5) Errado 6) Certo 7) Certo8) E 9) Errado 10) Certo 11) Errado 12) Certo 13) Errado 14) B15) Errado 16) Certo

Referências:

Introdução a Teoria Geral da Administração – Chiavenato – 4ª Edição, Editora Makon Books

Chiavenato, Idalberto. Administração nos novos tempos. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010 2ª reimpressão.

Publicado originalmente no Blog admparaconcursos.wordpress.com